Como definir o seu estilo na decoração.

 Como definir o seu estilo de decoração não é uma resposta muito simples, pois geralmente gostamos de várias coisas e de infinitas possibilidades, principalmente porque quando procuramos por referências, as imagens são sempre muito bem produzidas e enchem os nossos olhos de satisfação e beleza.

 Mas assim como na moda, conseguimos entender as preferencias de uma decoração através da personalidade e estudando um pouco o cotidiano do cliente, o seu estilo de vida, as coisas que gosta de fazer aos finais de semana e ou seu convívio social.

 Sim, porque basicamente uma pessoa que gosta do agito da noite não iria gostar muito de viver uma vida pacata no campo. Então rapidamente como profissional estudamos o comportamento dos clientes para direcionarmos o projeto de decoração de interiores.

 

Os 5 primeiros estilos de decoração e suas características:

 

Estilo Casual

 Como o estilo casual é descontraído, com ar jovem, versátil e confortável, tende a ser um pouco minimalista e faz jus ao nome “menos é mais”.

 Muitas vezes confundimos o fato das pessoas gostarem de um estilo mais casual com o fato delas não terem uma ideia definida, ou seja, um gosto em particular, pois algumas extravagâncias são deixadas de lado e dão espaço as cores neutras, aos objetos básicos e a suavidade na decoração e na maneira de se vestir.

 Mas apesar da busca pela simplicidade, padrões geométricos são muito usados nesse tipo de decoração.

 Na moda o look casual, conhecido nos EUA como READY-TO-WARE e na Europa conhecido como PRÊT-À-PORTER, reflete personalidades dinâmicas e urbanas que primam pelo conforto e descontração, ideal para enfrentar a correria do dia-a-dia com estilo e elegância.

 Conclusão: No estilo casual o visual clean é realmente convidativo para pessoas que gostam do lado prático e acolhedor da vida.

 Um ambiente claro, um sofá aconchegante e um bom filme no final da noite com a família, amigos e até mesmo sozinha define esse padrão.

ESTILO CASUAL.jpg

Estilo Minimalista:

 A decoração minimalista é baseada na sobriedade, elementos puramente decorativos são quase ausentes, a extravagancia é substituída pela atmosfera de que cada móvel, objeto e elemento tem a sua função e sua razão para estar naquele cômodo.

 Minimalismo é um estilo de vida, aplicado tanto na alimentação como no vestiário, é reduzir os excessos para viver com aquilo que realmente é essencial.

 Surgiu em Nova York na década de 50, por um grupo de artistas que passaram a usar poucos elementos visuais para as suas obras e essa característica de dizer não ao consumismo influenciou a decoração, a arquitetura, a música e a literatura.

 Conclusão: Ser uma pessoa adepta desse estilo é ser alguém desapegado de bens materiais.

 Um espaço livre, sem muita informação, mobiliários retos e básicos, um certo ar frio e pratico define esse estilo

ESTILO MINIMALISTA.jpg

Estilo Rustico:

 Inspirado em ambientes rurais com elementos e formas da natureza.  Texturas mais brutas e um pouco de exagero, mas que não deixam o aconchego de lado, dão a esse estilo uma noção de conforto somado a sentimentos como saudade e afeto.

 Pessoas que procuram uma vi   da mais próxima da natureza, longe da correria urbana e que gostam de espaços grandes são adeptas desse estilo.

 Madeira de demolição, pedras e tijolos aparentes são muito utilizados e dão as principais característica desse estilo de vida.

ESTILO RUSTICO.jpg

Estilo Industrial:

 Esse estilo surgiu em Nova Iorque na década de 70, quando as pessoas sentiram a necessidade de integrar a residência ao seu trabalho, geralmente construções como galpões antigos eram utilizados como residências.

 Muito tijolo, cano, ferragens aparentes, cimento queimado, cores monocromáticas e sem muitas paredes são as principais características desses ambientes estilo loft.

 Pessoas que gostam de tecnologia misturada aos conceitos da sustentabilidade dentem a optar por esse estilo de decoração.

ESTILO INDUSTRIAL.jpg

Estilo Pop Art:

 Pop art é um movimento artístico surgido na década de 50 no Reino Unido, mas que tomou forma na década seguinte. Inspirado em histórias em quadrinhos, serigrafias e cores fortes.

 È um estilo ousado, inovador e incomum, ótimo para pessoas criativas, descontraídas e movimentadas.

 Não é uma tendencia, por ser muito original e ser escolhido por pessoas de espirito jovem é sempre um coringa na decoração.

 Precisamente as normas ou regras não existem e isso é o que chama a atenção nesse estilo pois nasceu para quebrar os padrões do conservadorismo de uma época.

 Andy Warhol tornou se o representante e a referencia mais conhecida da Pop Art no mundo.

 Nesse caso o importante, fique a vontade e seja feliz.

ESTILO POP ART.jpg

 Logico que existem mais estilos na decoração, mas conseguindo definir qual o seu gosto entre esses cincos, fica mais fácil direcionar as outras escolhas que vem a seguir em processo de ambientação.

 

Nainá Julio